Carlos Gustavo Yoda

jornalista = comunicador de redes

Os operários do samba

Dois anos depois de avermelhar a Sapucaí com o samba enredo Soy Loco por Ti, América!, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Vila Isabel vai para a avenida este ano homenagear os “Trabalhadores do Brasil”. O tema foi cogitado na década de 50, mas não chegou a ser realizado na época. A agência Reuters de notícias afirma que a Vila aposta na presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no desfile.

“Não vai ter menção direta (ao Lula), mas a homenagem está muito clara na letra do samba-enredo”, disse à Reuters Adeilson Telles, primeiro-secretário da CUT Nacional, que apóia a escola. Telles, que acompanhou o dia-a-dia da construção do Carnaval da escola azul e branca ao longo de 2007, afirmou que o apoio da CUT é apenas institucional.

A Vila destaca-se, segundo a reportagem, por tratar do trabalhador, em um ano dominado por enredos sobre os 200 anos da chegada da família real portuguesa ao Brasil. Petrobras, Nestlé, HSBC e Ticket Restaurante financiam a escola.

Trabalhadores do Brasil
Autores do Samba-enredo: André Diniz, Evandro Bocão, Pingüim, Professor Wladimir, Carlinhos Petisco, Dedé Aguiar, Dinny, Miro Jr, Carlinhos do Peixe e Eduardo Katata.

É mais que um samba o que se criou
Um hino ao povo trabalhador
A louvação a nossa gente
Vista indolente, pelos olhos da ambição
Nativa cor que foi presente
Pintou as dores da escravidão
A resistência mudou de cor e renasceu
Com a força e a fé do negro
E ao quilombo ascendeu
Nosso ideal de liberdade
Cansado de ter nos ombros
Descanso do senhor, ecoou…

Que o brasileiro tem o seu valor!
Meu deus ajude o trabalhador!
E a imigração cruzou o azul do mar bis
Em nosso campo ver a vida melhorar

Voz de quem resistiu, a era vargas ouviu
Consolidar nossas conquistas,
Em direitos trabalhistas,
Comemora quem tanto lutou
Tempo de industrialização,
Candangos, então, erguem brasília
Sindicato consciente,
Terra para nossa gente cultivar democracia
“Avante trabalhadores de Vila Isabel”
“Quem faz a hora não espera acontecer”
Suor dessa gente, construiu esta nação
Verdadeiros filhos deste chão

Hoje é dia do trabalhador
Que conquistou o seu lugar refrão
E vai nossa vila, fazendo história
Pra luta do povo eternizar.

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: