Carlos Gustavo Yoda

jornalista = comunicador de redes

Yoda.Jor.Br

caros amigos..

estarei atualizando o blog no domínio yoda.jor.br

notícias de içara vocês conferem em yodinha.blogspot.com

grande abraço, yoda..

Fórum reúne Mídias Livres em junho no Rio

Em junho, o Rio de Janeiro receberá o I Fórum de Mídias Livres. O evento deve reunir jornalistas, acadêmicos e ativistas pela democratização da comunicação de todo o país. A proposta surgiu a partir de uma reunião entre representantes de mídias independentes na capital paulista.

Renato Rovai, editor da Revista Fórum, afirmou que o encontro realizado em São Paulo foi histórico. A partir deste encontro já foram realizadas reuniões em Belém, Fortaleza, Recife e Aracaju. Os relatos de todos os pré-encontros você confere aqui.

Conforme Rodrigo Savazoni, do Intervozes, relatou em seu blogue, foi do jornalista Cláudio Cerri a mais inovadora leitura sobre a crise da agenda neoliberal. Em sua avaliação, os veículos de comunicação privados não mais querem impor uma agenda para a sociedade, mas sim impedir que sua agenda superada seja varrida do mapa.

“O que não é o mercado é corrupção”, sintetizou Cerri. Segundo Savazoni, “o problema, no entanto, é o quanto essa agenda foi internalizada, em processos do estado brasileiro, por obra do próprio governo Lula, e seu pragmatismo. Nesse caso, não há choque de agendas, mas sim convergência de expectativas. E isso a imprensa alternativa deveria apontar”.

O evento acontecerá nos dias 14 e 15 de junho de 2008 na Escola de Comunicação da UFRJ e as inscrições estão abertas aqui. O Fórum de Mídias Livres também está com uma comunidade no orcuti.

Opinião Nacional contra a Justiça Eleitoral

As Eleições 2008 já começaram e a primeira disputa acontece pela liberdade de comunicação entre candidatos e eleitores. Acontece que o Tribunal Superior Eleitoral emitiu um parecer a pedido de um deputado proibindo o uso de qualquer ferramenta da internet além da página do candidato.can.br durante os três meses de campanha.

O debate não ficou restrito às matérias e equívocos dos jornalões. A blogosfera manifestou-se fervorosamente nas últimas semanas e nesta quinta-feira (17 de abril), o programa Opinião Nacional, transmitido pela TV Cultura em São Paulo e pela rede pública de televisão para todo o Brasil, promoveu um debate fundamental que deve possibilitar uma ampla aliança nacional contra a tentativa do TSE de legislar sobre a rede mundial de computadores.

Participaram da acalorada conversa Sérgio Amadeu – sociólogo e doutor em Ciências Políticas; Marcelo Tas – apresentador, escritor e roteirista de televisão;
Manuela D´Ávila – deputada federal PCdoB/RS, pré-candidata à prefeitura de Porto Alegre; Ana Flora França e Silva – especialista em Direito Eleitoral, Secretária Judiciária do TRE-PR; Júlio Semeghini Neto – deputado federal do PSDB/SP; e José Américo – vereador do PT/SP.

É consenso entre legisladores e comunicólogos que as determinações do TSE, apresentadas em resposta na Resolução 22.718 assinada pelo Ministro Ari Pargendler, são absurdas. A Justiça Eleitoral trata a internet como meio de comunicação de massa, burramente, como o rádio e a televisão.

O parecer do TSE ainda precisa ser incluído na pauta do Supremo Tribunal Federal e aprovado pelos ministros. Até lá, os parlamentares prometem articular os partidos no Congresso para a realização de uma audiência pública. Quatro partidos já manifestaram-se contra a orientação da Justiça: PSDB, PCdoB, PT e o Partido Popular Socialista que já encaminhou uma nova consulta ao Tribunal solicitando revisão da resolução.

O Portal da Eleição Digital (projeto desenvolvido pel’A Ponte) está com uma enquete sobre o assunto e está sendo atualizado diariamente com novidades e dicas para candidatos, assessores, comunicadores e eleitores aproveitarem ao máximo as possibilidades da web e da comunicação digital.

Edney, do Interney, enviou dois linques para textos com excelentes reflexões sobre o assunto no blog Imprensa Marrom. Partilho com vocês os argumentos:

- INTERNET E ELEIÇÕES: O QUE “PODE” E O QUE “NÃO PODE” SEGUNDO O TSE

- TSE X INTERNET: MAIS ESCLARECIMENTOS

Nota póstuma

Sei que já se passaram alguns dias, mas preciso deixar registrada a partida de Sérgio de Souza, capitão da revista Caros Amigos desde seu princípio em 1997, faleceu no último dia 25 de março. Serjão se foi aos 73 anos, e deixa uma geração de jornalistas que encontrou em seu exemplo outros caminhos e outras histórias a serem contadas.

Na última entrevista de Serjão (realizada para em fevereiro deste ano por e-mail para um trabalho acadêmico, ele contou um pouco sobre sua trajetória e dos desafios da imprensa alternativa no Brasil.

Em nota na Agência Carta Maior, Verena Glass afirmou que, “para nós que tivemos o enorme privilégio de estar com Serjão em algum momento de sua vida, alguma farpa da sua força e incrível energia criadora ficou presa num recanto do nosso ser. Sérgio de Souza semeou ventanias. Precisamos, nós, fazer com que continuem ventando ventos de rodamoinhos e transformação”.

Temas prontos para Blogger.com

Escrevo menos do que gostaria ultimamente, mas a fase se faz necessária para me aprofundar no desenvolvimento de blogues e portais da maneira mais fácil de ser reproduzida e com o máximo de customização do usuário. Estou trabalhando nos últimos tempos em uma proposta de aproveitar temas (templates) prontos e compartilhados na rede para o Blogger (blogspot).

O desenho deste blogue, por exemplo, é disponibilizado pelo Blog Ingeniería gratuitamente. Veja a página de exemplo sem as alterações que eu fiz para publicá-lo.


Se você quer criar um blogue e não sabe por onde começar, recomendo que crie uma conta no Blogger, comece já a publicar e confira duas centenas de desenhos no BTemplates. Se você já é um usuário do Blogger, não deixe de conferir também está dica e entre outras dezenas de bons saites que compartilham suas criações.

Muitos dos temas disponíveis para o Blogger foram criados com base em projetos para o WordPress. Por que eu recomendo você a utilizar o serviço de blogues do Google? Porque no wordpress.com você precisa pagar para poder customizar e personalizar sua página completamente. A não ser que você acesse wordpress.org e utilize o código aberto hospedando o WordPress em seu servidor, que pode ser pago ou gratuito.

Não se esqueça de preservar os linques para os criadores do tema. Do resto, fique à vontade para criar na web.

Aprendi com meu avô

Gambiarra é o nome dado informalmente ao procedimento necessário para a configuração de uma solução ou artefato improvisado.

fonte: Wikipedia

Aprendi com o meu avô a desenvolver páginas na internet. Criar um website, fazer sua homepage, não é nenhum bicho de sete cabeças. Para isso basta aprender com os tropeços de quem já fez e explorar as informações disponíveis na rede sobre como desenvolver web sem precisar ser um mestre de obras dos códigos fontes.

Meu avô era pedreiro, mas não ficava para trás nas conversas com os engenheiros. Na minha passagem como servente (lá se vão mais de doze anos), me ocupava mais em desconstruir, derrubar paredes, retirar azulejos, remover um vaso sanitário. Na hora de colocar tudo novo no lugar uma massa bem feita resolve.

O segredo está na mistura do arroz com o feijão. Arroz por baixo, feijão por cima, misturar pelas beiradas do prato. Quem diz ser o contrário, nunca pegou na enxada. Hoje os dias são mais preguiçosos e o quintal começa a formar um matagal. Nada que se resolva, um dia acordo inspirado e atendo as orações da minha esposa.

Por hora sigo explorando as possibilidades da comunicação na internet nos tempos de uma sociedade da informação com a mediação descentralizada. Os erros e os acertos compartilho neste espaço com vocês.

Gravadoras procuram recuperar mercado em parceria com MySpace

MySpace junta-se à Universal, Sony e WEA em site de música. É o “mais novo esforço da debilitada indústria musical para conter o declínio de suas perspectivas”, segundo o jornal New York Times.

O serviço será gratuito e paga-se com publicidade. Em troca dá streaming, listas personalizadas, grupos de amigos e download. Fala-se em cobrar uma assinatura mensal para download ilimitado.

“Chris DeWolfe, executivo chefe do MySpace, uma divisão da News Corporation, descreve o serviço, que será apresentado no fim deste ano, como um lugar só para toda a música, nas suas variadas encarnações digitais.”

A blogueira Ana Carmen diz que é bonito ser testemunha das transformações desses tempos: “Comecei a trabalhar justamente nessa área: primeiro tive um programa de rock no rádio, depois pesquisei música no Centro Cultural São Paulo, fui produtora da MTV, repórter da seção cultural de dois jornais, cansei as pernas em shows em estádio de futebol e festivais. O negócio todo mudou tão radicalmente, caramba. Não sobrou nada desse império das grandes gravadoras. Posso ouvir sua queda”.

Leia a matéria do jornal novaiorquino

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.